O melhor restaurante do mundo

 

E finalmente… O Melhor restaurante do mundo!

img.jpg

Situado numa casa reformada do século 18, na beira do mar de Copenhagen – Dinamarca, o Noma acaba de ser eleito o melhor restaurante do mundo, comandado pelo chef dinamarquês Rene Redzepi, de 32 anos. Ele que é o expoente do que tem sido chamado de nova cozinha nórdica, resultado da união de ingredientes locais com técnicas tradicionais e de alta gastronomia.

Mariscos gigantes, caranguejos do fundo do mar, lagostins das Ilhas Faroe, salmão selvagem, bacalhau fresco e algas marinhas da Islândia.
Faisão e búfalo da Groelândia, trufas da Suécia, frutas, plantas e sementes das florestas nórdicas, e ovos de atobá do Ártico, de gema vermelha.

São ingredientes inéditos e de qualidade excepcional que entram na cozinha de Redzepi, e tem chamado muita atenção de experts e gourmets do mundo inteiro. Não é por menos que o Noma ultrapassou o El Bulli, que por 4 anos conzecutivos ficou em 1º lugar no ranking.

O chef dinamarquês Rene Redzepi, do restaurante Noma, colhendo plantas para usar em seu restaurante

O local escolhido para o empreendimento, cujo nome foi criado a partir da junção dos termos dinamarqueses “nordisk” (nórdica) e “mad” (comida), é uma antiga construção de 1747, que antes era usada para armazenar os alimentos que chegavam de navio ao país.

Redzepi gosta que as pessoas usem as mãos para comer e cria um clima meio teatral no Noma que enfatiza a conexão com a natureza que ele quer que os clientes sintam – e isso tem o lado extremamente benéfico de também ser uma grande diversão.

Bar inside Noma, Copenhagen.

O estilo do restaurante à beira-mar enfatiza elementos rústicos – vigas de madeira de demolição, couro de ovelha sobre o espaldar das cadeiras – sobre outros de elegância mais convencional. Atendimento atencioso e de muita qualidade, sendo que freqüente que cozinheiros saiam da cozinha um pouco apertada para entregar e explicar tais pratos. Geralmente a cozinha tem 24 cozinheiros – mais de um para cada dois clientes – de seis países diferentes, sendo o inglês a língua oficial.

Noma: view from our table

Seu menu fixo de 7 pratos custa a partir de DKK1095 (equivalente a R$350), e com a lagosta incluida DKK1250 (equivalente a R$400) – ALMOÇO e para Janta um menu ‘Noma Nassaaq’ que custa em torno de R$450 com 12 pratos e uma solicitação de permanência na casa de no mínimo 4 horas para a degustaçãop. Mais 7 taças de vinho por DKK895 (R$286) e menu de sucos por DKK395 (R$126). Um preço justo quando se trata do melhor restaurante do mundo…

Bom, vamos aos pratos.

Snacks:

Sea-buckthorn ‘leather’ with pickled rose hip petals.  – Sea-buckthorn é uma frutinha proveniente das regiões montanhosas da China e da Rússia. O prato é uma espécie de couro desta frutinha com pétalas de rosas.

 

Cookies com speck (tipo um presunto cru) e groselhas.

Sanduíche de pão de centeio torrado com pele de galinha, queijo defumado e creme de feijão fava

Ovo de codorna defumado – O ovo está levemente defumado e sua gema ainda mole…

Rabanetes em solo – sO “solo” é feito de uma camada de malte triturado, avelãs e cerveja assentados sobre um creme de iogurte de leite de ovelha com estragão.

 

Ovas de bacalhau tostadas, ervas selvagens e pó do vinagre

Pão quente com manteiga recém-revolvidos e banha de porco

Beterraba com molho agridoce e malte.

Fatias crocantes de vieiras com grãos secos, avelãs e molho de tinta de lula.

Tartare de carne dinamarquêsa, emulsão de estragão e bagas de zimbro. (come-se com as mãos)

Lagostim com salsa de ostras, e emulsão de água do mar, e migalhas de centeio. (come-se com as mãos)

Aspargos brancos, brotos de pinheiros e molho de pinho

Cebolas com caldo de couve e cebola.

Purê de ‘talos de vegetais’ e peixe grelhado servido com um purê de cenoura branca, uma flor de sabugueiro, o vinho branco e molho de alcaparras, talos de agrião e aipo, couve e ervas.

Ovo frito…

Veja o seu preparo aqui!!

Lombo de veado cozido a 58 graus e depois torrado para dar uma crosta saborosa, deixando a carne derretendo, servido com caramujos, samambaias e cogumelos.

Morangos servidos com camomila, flor de sabugueiro e pequenos discos de parfait de feno. O garçom, em seguida, despeja um caldo de camomila frio e molho de óleo de canola por cima.

Sorbet de cenoura coberto com espuma de leitelho cercado cenouras cruas e cescascadas e cenouras biodinâmica e pedaços de bolo desidratado de anis estrelado, enfeitada com folhas de cenoura e raízes.

Sorbet de tupinambo com bolinhos de maçã e discos de chocolate, com uma redução de maçã e manjerona.

Pratos lindos demais… Deixando bem claro o natural dos alimentos.

Informações e imagens retiradas daqui, aqui e aqui… kkkk

Noma
Strandgade 93
1401 Copenhagen, Denmark
Tel: +45 32 96 32 97

www.noma.dk

Nickolle Abreu ♥

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s